Quando estão na infância, os homens nem imaginam que um dia poderiam  ficar carecas, entretanto, esse pensamento vai modificando. O tempo passa e a preocupação dele é ser bem sucedido profissionalmente. Fica a pergunta: ser um bom profissional tem alguma coisa a ver com ficar careca? Pois é, ao que tudo indica, uma pesquisa garante que as duas coisas, trabalho e calvície, estão associadas.

Caso você esteja perdendo mais 100 fios de cabelo por dia, alguma coisa está errada.

De acordo com a British Association of Dermatologists (Associação Britânica de Dermatologistas), descreve que perder  até 100 fios de cabelo por dia é normal. Por outro lado, se seu cabelo cai  mais do que isso (o que fica mais claro quando lava os cabelos), provavelmente deve estar ficando careca.

Os fatores que podem causar a calvície são inúmeros, entre eles o fato de ter que trabalhar muito, excesso de responsabilidade, ter que ser o primeiro a chegar no escritório e o último a sair. Manter esses hábitos de comer na mesa do escritório durante o trabalho são atitudes que aumentam a renda, porém também afetam negativamente o crescimento e a reposição dos seus cabelos. De acordo com as pesquisas, indivíduos que são favoráveis a trabalhar muito dobram as chances de se juntar ao grupo dos carecas bem sucedidos.

Trabalhar mais de 52 horas por semana não é uma boa ideia

No intuito de comprovar esse estudo, pesquisadores da Coreia do Sul analisaram 13.391 homens entre 20 e 59 anos. Os participantes foram divididos em 3 grupos: os que trabalhavam 40 horas por semana, os que trabalhavam de 40 a 52 horas por semana e os que trabalhavam mais de 52 horas. Nenhum dos participantes havia declarado perda de cabelo até então.

Depois dos 4 anos de análises, os especialistas concluíram  que trabalhar demasiadamente acarreta um impacto expressivo no desenvolvimento da alopecia. E ainda entenderam que essa relação cresce, quase que, na mesma proporção que as horas trabalhadas.

Nos homens, o sistema imunológico pode agredir os folículos capilares por motivos de estresse.

Outras pesquisas revelam que o excesso de trabalho pode ser o responsável nessa mesma linha. Análises anteriores despontaram que compridas horas de trabalho podem originar estresse e comprovadamente, que  isso pode levar os folículos capilares a uma fase de descanso, em que o cabelo para de crescer. Dessa forma se o cabelo cair constantemente e tal  crescimento é interrompido, a pessoa vai ficando careca.

Outra pesquisa revelou que  o estresse pode chegar ao ponto em que o sistema imunológico agride os folículos capilares, e essa  fase pode interromper o crescimento do cabelo para sempre.

O que os indivíduos podem fazer para evitar a calvície?

A prioridade consiste em tentar diminuir o excesso de trabalho e tentar relaxar. Se suas horas de trabalho estão acima da média tente minimizar, quem sabe valha a pena dialogar com o seu chefe para apresentar o problema. Uma boa alternativa pode ser delegar alguma função a um companheiro.

A pesquisa não foi direcionada apenas para homens, entretanto, os pesquisadores confiam que os conselhos sobre a redução do ritmo de trabalho também podem ser úteis para elas,(as mulheres), já que a calvície (uma característica predominantemente masculina) não é o único problema que está relacionado com o estresse.

Comente se você trabalha muito. O que você prefere? Ser Careca ou ter mais dinheiro?

Fonte citada e adaptada por: incrível Club

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here