Os estudiosos concluíram que quem passou a vida se dedicando em jogos, atualmente apresentou menos decaimento na agilidade de raciocínio …

O cérebro é um parte do corpo humano que necessita de constantes estímulos. E graças a uma  pesquisa que tem 68 anos feita pela Universidade de Edimburgo, que concluiu que os jogos de cartas, tabuleiros são importantes atividades  que resguardam o cérebro do envelhecimento. Isso significa em análises, que esses jogos estimulam as áreas cerebrais relacionadas com a memória, resolução de problemas, rapidez de raciocínio em aspectos gerais, que são decisivos na terceira idade.

Jogos fortalecem o cérebro

Os pesquisadores solicitaram mais de mil idosos que tinham  70 anos de idade. Todos os participantes realizavam os mesmo testes de raciocínio, no tempo de 3 anos, sendo que os participantes tiveram que reproduzir os mesmos modelos de provas de raciocínio a cada três anos até quando completaram 79 anos.

As análises dos estudiosos estabeleceu uma  semelhança entre o nível de jogo de um idoso e as desenvolturas de pensamento, considerando assim alguns fatos relevantes, bem  como a qualidade de vida, educação, status socioeconômico e os graus de atividade, que são  as respostas de um exame de inteligência que os idosos fizeram quando eram pré-adolescentes, de 11 anos de idade.

No resultados das análises, os estudiosos concluíram que quem passou a vida se dedicando em jogos , atualmente apresentou menos decaimento nas agilidades de raciocínio –  em especial no desemprenho da memória  e velocidade para resolver problemas. Dessa forma os especialistas afirmam que esse estudo serviu para compreender que tipos de maneira de viver e, quais comportamentos podem ter relação,  e apresentar resultados satisfatórios, para a melhor saúde das pessoas da terceira idade.

Drew Altschul –da Escola de Filosofia, Psicologia e Ciências da Linguagem da Universidade, esclareceu que: “Essas últimas descobertas aumentam a evidência de que o envolvimento de atividades ao longo da vida pode estar associado a melhores habilidades de raciocínio mais tarde”.

“Embora as habilidades de pensamento de algumas pessoas possam diminuir à medida que envelhecemos, esta pesquisa é mais uma evidência de que isto não precisa ser inevitável. A conexão entre jogar jogos de tabuleiro e outros jogos não digitais, mais tarde na vida e habilidades de pensamento e memória mais nítidas se somarmos tudo o que sabemos, sobre as medidas que podemos tomar para proteger nossa saúde cognitiva, incluindo não beber álcool em excesso, ser ativo e ter dieta saudável.”, completou Caroline Abrahams – psicóloga também envolvida no estudo.

Com essa nova descoberta, aconselhamos que as pessoas exercitem o cérebro utilizando os jogos de tabuleiros, que além de divertidos apresentam muitos benefícios para a saúde.

Este artigo foi publicado originariamente no site- Hipeness, e foi reproduzido  adaptado por equipe do blog cantinho.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here